E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Catavento

Ao meu amiguinho brincalhão...


Catavento girou

A brisa que veio

Chegou para dançar

Pensamento viajou

No vento que soprou

Para o catavento rodar

E o mundo correu

O dia raiou

Arvoreceu o amor

Ramificou...

O doce do sorriso

A alegria da brincadeira

O sabor do sorvete

A minha alma inteira

Agradeceu e girou

E sentiu o sopro

O dobro

Da beleza

Que concedeu ao tempo

Magia, encanto

Para o vento

Que deu vida ao catavento...


Um comentário:

  1. Claudia Manica08 abril, 2009

    Oi Meu amigo Irmão... amei suas poesias.... Vc é encantador e sabe como coletar a energia das palavras... Te amo muito, do fundo do meu coração. PARABENS

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?