E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Incandescência

.

Tinha uma lâmpada no céu

E estava acesa

Mas, o roupeiro desarrumado

Inspirava perigo.

Sua raiva não domada

Só vai te fazer arrepio

E machucado

Jogando pelo corredor

Todos os cabides quebrados

E todas as lembranças

Empoeiradas...


Havia luz

Mas, ninguém enxergou

Aquela Lâmpada...


video



Alinhar ao centro

3 comentários:

  1. Necessário domar os impulsos:deixar a revolta tomar conta faz com que não enxerguemos as luzes que brilham!!!

    Perfeito o poema,perfeito o relato!

    Beijo!Sonia Regina.

    ResponderExcluir
  2. Nem sempre a vemos...
    Mesmo estando ao alcance das mãos,
    Amigo Whesley!!!

    Sempre sublimes momentos estes que
    sinto tuas palavras...
    Obrigado!!!

    Beijos, Amigo...
    No teu coração!!!
    Iza

    ResponderExcluir
  3. Olá sweet sweet

    Reparando na imagem percebi pq prefiro as sombras, elas sempre denunciam com exatidão seu dono...


    Enorme sorriso pra ti

    =)

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?