E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 23 de maio de 2009

Mítico!

.

Não pretendo ser

Algo que não sou...

A minha pretensão

Já imensa

Com teor de auto-anunciação

É quase ilusão

Um passo da utopia:

Ser apenas eu!

Eu sou eu

E isso já é tarefa difícil

Demais...

Todo dia

Ressuscito os meus ideais

Para não morrer

Quem sou

Para não deixar

Sem ar

O amor

À contestação

Criteriosa arrumação

Da essência

Seminal...

A Sofia

É o meu argumento

O pensamento

Que me permite buscar

O alimento

A visão

O olhar

O meu momento insone

Para descansar

E afirmar o amor

Ao que sou e só sou...



7 comentários:

  1. Olá, Amigo Elfo! Passei pra te deixar um carinho...Gostei do texto, bastante filosófico!Um beijo enluarado!

    ResponderExcluir
  2. Pretender ser mais do que se é não deixa de ser realmente um passo dado na escuridão. A tarefa de sermos nós mesmos, por si só, já é um grande desafio, uma grande descoberta diária desse que habita em cada um de nós.

    Um texto reflexivo, muito bem construído.
    Parabéns!

    Peço licença para deixar um texto que fala também um pouco do que penso ser.

    Concomitância
    Continua ecoando em mim
    O som das palavras não ditas.
    Permanece comigo o arrepio
    Provocado pelas mãos que não me tocam.
    Continuo sendo o vazio e o cheio,
    Numa feroz concomitância.
    Continuo delirando em versos,
    Debulhando-me em devaneios
    Que me enchem o espírito do muito querer
    E o esvaziam das sensações calejadas
    Pelo não poder ser.
    Sou o instante derradeiro
    Que separa a gota de orvalho que cai solitária,
    Da imensidão de um oceano.
    Sou como aquele que acena feliz e emocionado
    Na chegada do trem,
    Para uma plataforma onde não há ninguém.
    Sou como a flor que desabrocha em magnífica beleza
    Na solidão da mata fechada.
    Como um mudo que,
    Consciente de sua impossibilidade,
    Extasiado, se cala.

    Um grande abraço!
    Frederico

    ResponderExcluir
  3. Caraca qta beleza nisto ... aff

    Criteriosa arrumação

    Da essência

    Seminal...

    A Sofia

    É o meu argumento

    O pensamento

    Que me permite buscar

    O alimento

    A visão

    O olhar

    ResponderExcluir
  4. Agasalho para a Alma
    Um meme para vc e seu blog. é só pegar sem regras. apenas um reconhecimento pessoal pelo seu trabalho.

    http://paulobraccini-filosofo.blogspot.com

    espero q goste. grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Oi querido amigo,

    Sua palavras ressoam como poesia pura e nata... Parabéns por esta alma de luz e que todos os espiritos poetas abençõe você a cada dia.
    Obrigado por existir em m.... vida!

    Abraços de Luz

    ResponderExcluir
  6. Que cada um de nós seja como é...e se for como descreve nesta beleza de post,seremos perfeitos!!!

    Beijo!Sonia Regina.

    ResponderExcluir
  7. Olá SweetHeart

    Ser nós mesmos dá um trabalho não é,e ainda tem quem queira copiar...Enfim,belo auto-retrato(assim msm com hífem,desobedecendo as novas regras)

    Um ENORME sorriso :)

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?