E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Bruta!


Crédito da Fotografia: Whesley Fagliari


Gosto da brutalidade da vida.
 
 
 Que seca as folhas.
 Mas traz o broto.
 
 Que finda as paixões.
 Mas permite o amor.
 
Que desassombra o descanso.
 Mas prepara a colheita do fruto.
 
 Que destelha o abrigo.
 Mas fortalece os caminhos.
 
 Que fragiliza a flor.
 Mas rega a semente.
 
 Que desgoverna meu coração.
 Mas amanhece o aprendizado.
 
 

8 comentários:

  1. A vida por vezes retira.
    Mas também dá.
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Caro amigo Whesley, tenha um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, amigo Jaime!
      A vida, em justa medida, tira o que não precisamos mais e recicla...


      Ótima semana para ti também!

      Obrigado pelo carinho! Abraço afetuoso!

      Luz e Paz!

      Excluir
  2. Boa tarde
    Passei pelo teu cantinho para te dar a conhecer o meu modesto espaço de poesia.
    Espero que gostes. Um abraço, Ana Pereira
    http://almainspiradora.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Ana!

      Seja bem vinda ao Amigo da Sofia. Convite aceito! Vou conhecer seus versos, com licença...

      Abraço afetuoso!

      Luz e Paz!

      Excluir
  3. Vim à procura de mais... mas eu volto mais tarde.
    Caro amigo Whesley, desejo-lhe uma óptima semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaime querido, estive ausente tempo demais... À medida do possível retornarei! Obrigado pelo carinho sempre tão importante! Luz e Paz!

      Excluir
  4. Olá,Whesley! Como estás,meu querido? Quanto tempo sem vir aqui...Mas,estou voltando a viver,a fazer poesia e, a visitar os amigos.Um abraço sincero,um beijo e, a certeza de que nunca te esqueço e nem tu me esqueceste...Que Sara te abençoe!..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Cezarina, que imensa alegria me destes com essa mensagem tão repleta de luz e amizade! Tb estive ausente tempo demais... Andei por escuridões que quase me venceram (ou me venceram, de fato!) e me sucumbiram a força! Mas, como vc, aos poucos estou de volta, reaprendendo a escrever, a andar, a viver, a sentir! Jamais mesmo esqueci de ti, sua amizade tão importante para mim... Q novos tempos se iniciem floridos e iluminados! Super beijo! Luz e Paz!

      Excluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?