E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 31 de agosto de 2013

Dobras





 A gravidade

Sobrepuja o corpo já cansado

A vontade

De parar o caminho

Vem forte

E destrutiva

Como um tufão marinho

Que arrebata todo o encanto

E afoga

E deforma

O que nunca fora simétrico

O que jamais dobra

As dobras

Que o sentimento hipnótico

Procriou

Aqui

Bem fundo em mim...

 


terça-feira, 27 de agosto de 2013

Um Ser Estranho




O avesso do normal
A súbita diferença
O padrão marginal
O que não se pensa.

Um ser estranho
Um sujeito esquisito
A loucura sem tamanho
O valor sem valor de um mito.

Os cabelos desalinhados
O pensamento estrangeiro
Os falsos princípios abandonados
O vagabundo, o perdido, o forasteiro.

O crivo do julgamento
Uma sociedade hipócrita, arcaica
A ausência do respeito, o dilaceramento
A maldita manipulação da alma.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

(In) Definição I







Buda ou Cristo

Ensaiado ou improviso

Delicado ou preciso

Sou eu... Assim!


Claro ou enegrecido

Vazio ou vivido

Sufocado ou expressivo

Sou eu... Mesmo assim!


Quebrado ou inteiro

Gasto ou refeito

Nativo ou estrangeiro

Sou eu... Só assim!


Metrópole  e província

Abraço e ausência

Carinho e carência

Sou eu... Ainda assim!


Humildade e opulência

Desespero e paciência

Sanidade e demência

Sou eu... Assim sim!


Tudo o que atiro em você
Volta para mim!






domingo, 18 de agosto de 2013

Ser Ponte





Na vida das pessoas sou ponte


Sou o caminho percorrido
 

Sou o horizonte


Sou o choro engolido


O sorriso aberto


Sou o monte insípido, incerto


 Sou o pássaro desprotegido

 Sou passo adiante


Sou o meu coração bandido dilacerado...

 



A função de uma ponte é unir dois lados separados por alguma razão. Muitas vezes dois lados de um caminho interrompido. Outras vezes duas partes de uma vida dividida... A ponte só serve para isso, fazer um pedaço, uma metade, um lado unir-se, reencontrar-se com o outro. Cumprida sua função a ponte fica pelo caminho, esquecida! Sou ponte! Tenho sido a religação na vida de muitas pessoas que passam por mim, reencontram-se consigo mesmas e partem! Seguem adiante! E eu fico para trás! A felicidade me toma e a euforia me mata todas as vezes que vejo meu papel sendo realizado! Como todo guerreiro, eu morro e volto à vida através dos passos de quem passou por mim... Mas morrer dói muito, sempre!


Luz e Paz!

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Sol de Arrebol




Buscar o sol

Para colocá-lo

Feito farol

A iluminar

As tormentas

O arrebol

As ressacas

Que arrebentam

No meu coração.


Uma nuvem que não passa

Um vendaval que não vira brisa

Uma tempestade que não se acalma

Um sorriso que nunca cristaliza..



~ :: ~





sábado, 10 de agosto de 2013

Entre Um Passo e Outro





Quantas vezes

Ainda vou ter que partir?

Levantar âncora

Antes de criar raiz

Sair

Correr o mundo

Sem parar para descanso

Pois não há tempo o suficiente

Não é possível haver espaço

Entre um passo e outro

E louco

Talvez se me afundasse

Na certeza

De ficar eternamente

Escondido dentro de mim.


domingo, 4 de agosto de 2013

Soneto da Flor Única




 As pétalas de uma flor única
Perfumam a vida de todos
E a poesia que traduzem seus olhos
Enfeitam jardins e colorem arvoredos.

Sua beleza doce, serena e singela é de anjo
E suas qualidades tão delicadas e fortes
Todas dispostas como em um arranjo
Onde você, flor rara, é estrela e norte.

Feito uma estrelinha reluzente
Produz encanto cintilante
Abrindo apenas um sorriso, que é tão cativante.

O amor que você provoca em mim
Torna-me alguém melhor e liberta o meu coração
Da imensa saudade sem fim.
 



Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?