E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 8 de setembro de 2012

Soneto Dissonante

.



Um ângulo agudo reto incompleto

Um alvo fácil frágil indefeso
Um barco estabelecido ilhado
Um coração imaturo imberbe incauto

E todas as vontades urgentes atendidas
Todas as mordidas abertas feridas
Todas as abreviações instáveis transpassadas
Todas as pegadas passadas tatuadas

Um sorriso inocente querendo fluir
Um abraço saudoso precisando puir
Um olhar apaixonado desejando insistir

E a vida rodando em cirandas infantis
E a alma correndo em caminhos azuis
E a poesia pintando malabarismos sutis





~ : : ~




4 comentários:

  1. Lindos versos!Parabéns pelo post!Obrigada pela presença sempre iluminada ao meu blog!Que haja sempre muita Luz e Paz em seu coração! Adoro vc,querido amigo,Poeta-Elfo de outra Galáxia!Que Sara o segure na palma das mãos!Beijo com poeira de estrelas cintilantes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh querida amiga, obrigado a vc por ter um canto tão lindo como é o Alma Cigana... Sua presença aqui me fortalece sempre! Te gusto mucho!

      Q o Pai Te abençoe!

      Luz e Paz!

      Bjs!

      Excluir
  2. Poeta é poeta... poesia é uma questão de Dom não de tema... e Dom vc tem.
    Adorei.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, querida Caroline!

      São palavras tão tocantes como as suas que me estimulam sempre ao processo de escrita... Humilde e aprendiz!

      Luz e Paz!

      Bjs!

      Excluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?