E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Sufoco!

.

"Viver é uma dádiva fatal!"

Renato Russo

É em dias como hoje

Em que o vento me derruba

Que no meu desequilíbrio

Eu não respiro

Porque não sei fazer isso.




quinta-feira, 21 de abril de 2011

Eu Também Sou AMIGO DA SOFIA

.


Queridos Amigos da Sofia!



Hoje venho para celebrar. Para festejar a vida! Para agradecer a Deus, a tudo e a todos. Motivo: O Amigo da Sofia completa dois anos de vida. E como toda criança já balbucia suas palavras primevas. Entre tombos e tropeços, caminha com juvenis e ancestrais passos.
O meu coração hoje é explosão de alegria, gratidão e vontade de continuar escrevendo. Hoje trago a certeza de ter sido esse blog centro e palco de incontáveis e imensuráveis sabores vivenciados em minha alma. Cada amigo que conquistei por aqui. Cada comentário. Cada sentimento despertado - em mim e em meus leitores. Muito obrigado a todos. A cada um dos atuais 263 seguidores... Nossa! 263! E pensar que há dois anos me questionava se alguém ia ler o que eu escrevia. E, se lessem, o que diriam? A vida é mesmo assim... E eu amo-a!



Feliz aniversário ao Amigo da Sofia!


Agradecimento e oração a cada amigo, leitor, seguidor e colaborador!


Vou à casa de cada um para agradecer pessoalmente. Mas, deixo aqui de presente - para o Amigo da Sofia - seu primeiro selo comemorativo (
acima). Espero que cada um que passar por aqui leve-o consigo, para seu espaço, para celebrar não somente as festivas do blog, mas, e muito mais, a amizade, a alegria, a parceria de vida e de blogs... Levem, é nosso!

Que Deus permita-me adentrar agora e percorrer o terceiro ano do Amigo da Sofia com as alegrias, as emoções, as sensações, os aprendizados, os amigos e as bênçãos trazidas por eles, e todo o resto em dobro... E, que nesse terceiro ano, a presença dos amigos, dos leitores, dos seguidores, dos simpatizantes, dos críticos, dos torcedores (contra e à favor) sejam repletas de lições e crescimento... Sejam sempre todos muito bem vindos à essa casa de poesia!

LUZ e PAZ!


domingo, 17 de abril de 2011

Trechos Encantados

.

"Pois quem ama assim
é mesmo um deus..."
Saul Barbosa, Jorge Portugal

Você

É o sonho

Que vivo acordado

O cuidado

Que não preciso ter

Por saber

Que não há

O que quebrar

Quem tem a chave

Para destrancar

Todos os caminhos

O pergaminho

Onde invento

A nossa história

A glória

De não precisar explicar

O que está

Tão docemente dito

O mito

Que sobrepuja a fantasia

E silencia

Todos os medos

Todos os dedos

Que apontam

A ponta

Do nosso sentimento

O mistério

A sinfonia, a dança

A magia, o critério

A sabedoria

Todos os dias diferentes

Todos os abismos

Há tempos inexistentes

A estrela que agora brilha

E trilha

Trechos encantados

Dentro dos nossos corações

Aventureiros

Bem-aventurados...




**************************

Salve Amigos da Sofia!
.
Desejo, com todo o meu coração, que a paz e o amor estejam a bailar ao redor de cada um que por aqui passar. Mais uma vez, ainda e sempre, obrigado por todas as coisas transmitidas a mim. Quem acompanha esse humilde espaço de poesia sabe que estou passando por momentos transformadores em minha vida. E, desses momentos, a minha alma, a minha poesia, o meu coração se alimentam.
Um relacionamento, uma história linda e viva, de amor, de cumplicidade, de amizade, de carinho, de luminosa companhia, em minha vida chegou ao fim. E todos que já passaram por um fim de relacionamento sabem do quanto desgastante e doloroso é o momento da separação. Mas, até isso trago como aprendizado e lições de aprimoramento e vivência. A poesia que trago hoje é muito especial para mim.
Eu e o meu bem trocávamos bilhetinhos como todas as coisas piegas (e lindas) de qualquer casal comum. Era na geladeira, no travesseiro, no computador, em um vaso de flores em cima da mesa, no espelho do banheiro, dentro de algum livro que um ou outro estava lendo, entre milhões de outras ideias que surgiam motivadas pelo afeto, pelo respeito, pelo momento de completude. Em um desses bilhetes deixei escrito esse poema, "Trechos Encantados", para dizer o quanto essa relação significava para mim.
Hoje encontrei esse bilhete no interior de um livro... Decidi trazê-lo para compartilhar. Não como dor de cotovelo e nem tampouco como lamentação. Mas trago para celebrar o amor. Porque hoje sou um homem muito feliz porque conheci o amor em minha vida. E isso nunca vai morrer. O relacionamento acabou, o amor permanecerá... E por ser tão feliz com tanta coisa linda que vivemos em quatro anos de amor, eu e meu bem, hoje venho celebrá-lo... Com alma, corpo, devoção, festa, respeito, saudade e coração.
.
.
Meu amor, obrigado por ser quem és e por ter permitido que eu tivesse convivido contigo por todo esse tempo. Sou alguém melhor porque sou alguém que vivenciou o amor. Eu te amo você!
.
Eu te liberto!


**************************





Que todos conheçam o amor também... Luz e Paz!


sábado, 9 de abril de 2011

Depois do Impacto, o Silêncio!

.
Salve Amigos da Sofia!

Abro agora uma brecha em meu recolhimento momentâneo para compartilhar com vocês um vídeo que me trouxe emoções enormes. Não vou explicá-lo. O conteúdo, por si só, já se auto-soletra. Ando me procurando dentro de mim, mas, sei que essas manifestações genuínas de cumplicidade me fazem querer ser assim: melhor!




"O que verdadeiramente somos
é aquilo que o impossível cria em nós.
Sou composta por urgências:
minhas alegrias são intensas,
minhas tristezas, absolutas.
Me entupo de ausências,
me esvazio de excessos.
Eu não caibo no estreito...
Eu só vivo nos extremos."

Clarice Lisector



Muito obrigado pelo carinho de todos que passam por aqui e deixam suas manifestações, seus apoios, suas palavras, seus carinhos e seus silêncios também. Estou por aí...

Luz e Paz!


Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?