E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Bobagem

.


A covardia corrói a dignidade...


O dedo apontado


No rosto da ousadia


Na margem do inegável


Retoca e ressalta


A fome


De quem sempre quer mais


Por tantos ideais


Não compreendidos


Difundidos


Na manhã mais macia


Que o sol já ofereceu.


A corda amarrando


Os pilares e alicerces já maduros


Tenta impedir a luz


De clarear os cantos escuros


Do castelo


Erguido e habitado


No sorriso mais brando


Do guerreiro


Que luta com coragem


Reforçando a imagem


Do seu olhar


Onde nada é em vão


E nem existe bobagem.
.
.

4 comentários:

  1. Olá amigo
    Tudo é possível quando se sabe onde quer chegar.Tudo é relevante
    Saudades tbm.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  2. A bobagem estapada na cara de um falso guerrilheiro, que se faz de digno, esvazia seu carater em um castelo mal habitado, traduzido por sua coragem de ser um dia, o verdadeiro guerreiro em que se espelha, ali na sua frente! Mas falta muito, pois julga e corrompe a si...

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Lindo! Rima com o meu nome artistico! =)

    Beijos

    Tatuagem

    ResponderExcluir
  4. Whesley,

    Muito intenso seu verso, gostei muito...parabéns!!!

    Um grande beijo e bom Domingo!!

    Reggina Moon

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?