E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Damnum Infectum

.



Não sei como sair do labirinto que eu mesmo criei

Chove aqui dentro e não tenho como proteger-me


Quero correr

Sair para a vida



Abrigar-me


Encontro somente caminhos

Que não sei percorrer porque não me levam a lugar algum


Fazer o que?

Ir para onde?


A carne sofre o que o espírito não entende

A alma morre por tão pouco sufocante...


Sei onde estão as saídas

(Lembro onde escondi as respostas)


E porque não vou ate elas?


Sou humano
(E isso deveria ser divino)!



Um comentário:

  1. EXCELENTE.Acho que esses "feitos" citados não são mesmo de humanos, mas sim, divinos.É tão difícil chegar á saída.
    Parabéns.

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?