E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Xifópagos

.




O que você não sabe

Eu também não sei

O que você sente

Eu já até tentei

Vencer!

Mas, o que não consigo

Perceber

É certamente

O que você mais deixa exposto

A fenecer

Transpassado

Pelo que você não sabe

Pelo que eu não percebo

Pelo que não nos cabe...


5 comentários:

  1. Li cantarolando tua nova canção, Amigo!!!

    L I N D A ! ! !

    Beijos...
    No teu coração, Whesley*****
    Iza

    ResponderExcluir
  2. Whesley

    Para mim foi uma surpresa ler uma introspecção em forma de poema. Não só este como o anterior.
    Mas não será a poesia uma forma de expressar sentimentos do nosso eu, muitas vezes sem destino certo?
    Eu estou falando assim, porque, por vezes escrevo sobre imagens criada dentro de mim que não tem destinatário.
    É desnecessário dizer que gostei bastante.

    Abraço

    Paz e Luz no seu caminho

    ResponderExcluir
  3. A comunicação nem sempre é perfeita. Não deixamos transparecer o que sentimos, não conseguimos fazer a leitura do que estamos ouvindo.

    Beijos em versos!!!

    ResponderExcluir
  4. O que será que nos cabe saber?

    Belo e complexo, amigo Whesley.
    Toda vez que visito tua casa não me decepciono.
    Tem sempre uma bela criação que me põe a pensar.

    bjs
    Rossana

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?