E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Chão

.



No chão

Aberta a rosa

Faz sangrar a beleza adulterada

De primaveras em gestação

De folhas, brotos, galhos

Em perfeito estado de evolução

De palmeiras e coqueiros

Entrelaçados e acuados

Em uma virtual vertiginosa paixão

O chão que seca o espinho

O pinho que aponta e há ponta

O orvalho, a brisa

O abrigo, o agasalho

Tudo faz lembrar o sorriso de Deus

Do chão vem à tona

O broto, o filhote

A vida, a sorte

O mistério, a noite

No chão...



4 comentários:

  1. Gostei da poesia. Lembrar de Deus devia ser uma prerrogativa do homem. Tudo foi feito por ele, por meio dele todas as coisas existem.

    Parabéns!!!

    Beijos em versos!!!

    ResponderExcluir
  2. Teus poemas têm uma força, uma intensidade, uma beleza que comove, Whesley!

    Esse "Chão" tá inspiradíssimo!

    É bom demais ler você!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Lindo post!
    E essa imagem é show!
    Linda rosa... Solitária...

    Um feliz dia da criança pra ti.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi amigo,
    Que saudades de visitar seu blog... me perdoe a ausencia. Muito lindo seu post. Adorei.
    Obrigado por suas palavras tão doces e belas. E.T.A.V cada dia que passa me sinto orgulhoso por fazer parte de seus pedaços e espaços.

    Abraços de Luz

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?