E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

terça-feira, 2 de junho de 2009

A Roda Cíclica da Fortuna

.


Diana. Já não queria. Mais. Não queria. Estava cansada. Estava. Demasiadamente. O cansaço a alcançou. O tempo. Correu. Disparada. Ela tentou. Segura-lo. Não conseguiu. Não. O tempo. É ligeiro. Astuto. Sagaz. Correu. Diana não alcançou. Alcançou. Não. O vento. Esvoaçou. Os cabelos. Longas madeixas. Do tempo. As pontas. Dos cabelos. Do tempo. Os dedos. De Diana. Tocaram. Eram macios. Escorregadios também. Também. Eram. Não seguraram. Não. Arfante. Diana sentiu. A corrida. Do tempo. O peso. De seus dias. Os dias. Acumulados. Diminuiu. A velocidade. A veloz idade. Veloz. Idade. A fez cansar. Cansou. E quis parar. Parar. De correr. Atrás do tempo. Atrás. Sorrateiro. Resolveu viver. Viver. Diana. Resolveu. E não apenas existir. Não. Apenas. Existir. Para a vida. A vida. Que sempre lhe sorriu. Sempre. Sorriu. A vida. Diana não viu. Não. Nunca. Estava sempre correndo. Correndo. Sempre. Correndo. Atrás do tempo. O tempo. Que veste saia curta. Veste. O tempo. Saia. Curta. Mini. Micro. Saia. Microscópica. Diana. Agora enxergava. A vida. Enxergava. A vida. Finalmente! Diana. E saboreou. As cores. Os sabores. Frugais. Caseiros. Completamente ancestrais. Completamente. Novidades. Para Diana. Que sorria. Sorria. Feito criança. Diana. Sorrir. Começou. Agora sentia. A brisa. Sentia. O hálito. O sopro. As fragrâncias. Primaveris. Que só sentia quem a vida tocava. Só sentia. Quem. A vida. Tocava. A vida. Tinha que tocar. Tocar. E Diana. Em seus lábios. Molhados. O beijo. Da vida. E, a partir daí. Do beijo. Da vida. Depois. Que a distância. Levou o tempo. O tempo. Suas ameaças. Sua saia. Mini. Micro. Microscópica. Que ninguém alcançava. A barra. Ninguém. Alcançava. Diana. Começou a viver. A viver. A vida. Agora. Só. Diana. Sorridente. Neste instante. Liberta. Do tempo. Diana. Amante. Da vida. Pela primeira vez. Primeira. Ela abriu os olhos. Os olhos. Agora. Abertos. Os olhos. Verdadeiros. E enxergou. Mais do que ver. Mais. Muito. Enxergou. Borboletas. Todas. Tão lindas. Lindas. Magicamente. Magníficas. Cintilantes. Borboletas. Que voavam. E preenchiam a existência. Permeavam. A existência. De Diana. Desenharam. Um jardim. Onde as flores dançam. Dançarinas. As flores. Todas. No jardim. De Diana. Melodia. Havia. Celestial. O vôo. Das borboletas. Sempre. De Diana. Lá estavam. Lá. Plainando. Suas cores. As mais diversas. Diversas. Cores. Colorindo. A vida. De Diana. Encantada. Agradecida. Por parar. Em tempo. De correr. Atrás. Do tempo. Não existia mais. Agora. O tempo. Fora embora. Passou. De vez. Permanência. O que ficou. Ficou. Mesmo. Foi a vida. Vida. Amada. Por Diana. Suas cores. Seu jardim. Suas borboletas. E a certeza. De viver. A experiência. De existir. Degustar. Comer com colher. A sua existência. Com colher. Saborear. Comer. Devorar. Existência. A melhor. De todas. As suas. Borboletas. Não paravam. Nunca. De voar. Para lembrar. Diana. Da vida. Diana também quis. Também. Queria. Voar. Parecia tão bom. Parecia. Bom. E sorriu. E gostou. Pela primeira vez. Primeira. Vez. Única. Gostou. De sua idade. Avançada. Devorada. Pelo tempo. Que correu. Rápido. Sempre. Demais. Sulcou. O tempo. Suas rugas. Uma a uma. Tão lindas. Todas. Cada. Entalhadas. Esculpidas. Diana. Gostou. Porque entendeu. Entendeu. Diana. Que vivera. Muito. Sempre. Do jeito dela. Jeito. Único. E gostou. Diana. Percebeu. Que as borboletas. As borboletas. Não chegaram agora. Não. Agora. Sempre estiveram. Aqui. Sempre. Constantemente. Aqui. Junto dela. De Diana. Que sorriu. E agradeceu. E sentiu. A vontade. Incontrolável. Desejo. De voar. De misturar-se. Às borboletas. No frescor. Das brisas. Matinais. Viajantes. Delicadas. Coloridas. Borboletas. Diana. Queria. Muito. Voar. Fechou os olhos. Os olhos. Diana. Fechou. Os olhos. Cerrados. Sorriso. O melhor. Brotou. E a vida... Ah, a vida! De Diana. Recomeçou.


11 comentários:

  1. Tanto e tão profundo,
    que dá respostas
    sem que tenha havido perguntas...

    Parabéns!
    Tácito

    ResponderExcluir
  2. Lindo e quando há o recomeço, tudo vale!beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Que maravilha poder "recomeçar"...
    Uma linda história!
    Beijo grande
    Elida

    ResponderExcluir
  4. Whesley,
    Passe pelo Dimensões e pegue mais um selinho merecido!
    A&L

    ResponderExcluir
  5. Que saudade estava dessa casa!
    Ando cansada como Diana, mas ainda sem asas para voar...

    Parabéns pelos presentes. Seus escritos merecem.

    Beijos carinhosos
    Rossana

    ResponderExcluir
  6. Maravilhoso!

    Como tudo o que escreves!

    As vezes estamos mesmo como Diana.


    Beijo Lilás, lindo menino!

    ResponderExcluir
  7. Olá querido *.*

    Diana correu,correu,correu,mas sempre em círculos...Não se apercebeu que fugia em vão,como todos nós fazemos...Como se pode escapar de nós mesmos,do que está entranhado em nós mesmos?

    E vai dormir com um barulho desse na cabeça...


    Belo e instrutivo texto...
    Gosto particularmente desta Lua de hoje!!!


    Enorme sorriso

    =)

    ResponderExcluir
  8. Meu querido amigo,
    Você tem consciência de que me lê muito além do que está desenhado.
    Esse texto da Diana fala do recomeço. Você responde enquanto ainda estou formulando a pergunta. Isso é divino. O dom não pode ser apenas humano, transcende ao pouco que somos.
    Aquele seu poema fantástico sobre os doentes mentais me comoveu profundamente. O vídeo me fez chorar e acordar para o caminho que muitos de nós está a trilhar, com essa vida louca e agitada que nos exige tanto, a troco de tão pouco.
    Quanto ao "Luz e Paz", quero dizer que recebo ambos com sua carinhosa visita.
    Beijos em todos

    Lila

    ResponderExcluir
  9. Oi, Amigo Whesley!!!
    Andei ausente... Porque a vida, nem sempre
    pode ser azul!!! Vezes, chove na alma da
    gente!!!
    Mas... Sem nunca esquecer os Amigos, mãos
    que afagam a alma, fazem ninhos no coração!!!
    Bom demais estar aqui e sentir mais esta
    emoção de ti!!!

    Beijo, meu Amigo...
    No coração!!!
    Iza

    ResponderExcluir
  10. Como é bom poder saber que podemos recomeçar...
    A leitura aqui é sempre concretisa valores a minha pessoa...
    Deliciosamente deixo a você Wesley o desejo de um belíssimo dia recheado de bons sentimentos...
    BJKS...
    Chrys
    ;)

    ResponderExcluir
  11. Meu Querido e Caro Amigo!!
    Obrigada por tão doces palavras em meu cantinho.
    Fiz mudanças lá sim porque gosto de oferecer aos meus amigos que por la passam , um sentimento de bem estar.
    Obrigada por notar!!
    Com a graça de Deus estou bem ...
    Sempre trilhando nos caminhos da vida e da evoluçao como ser humano.
    Saibas que voce tambem tem deixado marcas em meu coraçao viu?

    Obrigada pela presença constante Querido

    Um forte abraço!!

    Andréia Arakaki

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?