E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 30 de maio de 2009

Soneto da Inspiração

.


Há uma janela com grades

Por onde a minha visão escapa

E me leva até os mais longínquos vales e lugares

Vilarejos do reinado que não estão mais no mapa.


O meu corpo é limitado, mas, a minha poesia não

E é ela, esta tão refinada e gentil rapariga,

Que me concede afagos ao coração

Sorrindo e livrando minha alma da consternação.


Tudo ela é capaz de colorir

Com um semblante tão vivaz e permanente;

Os minuetos dançados ao longe consigo ouvir.


São laços tão firmes que posso voar

Mesmo sabendo que aquelas grades estão lá

Mas, há tanto que liberto posso infinito alcançar!


6 comentários:

  1. Bem,
    a construção ficou etérea, um poema de algo idealizado, esperança e beleza.
    abraços

    ResponderExcluir
  2. belissimo versejar poeta!
    adoro visitar-te!
    musica belissima e poemas fantásticos!

    ResponderExcluir
  3. Ola Wesley!!!
    Vim lhe dizer que tenho um prêmio para você no meu blog...
    Indiquei seu blog para o premio “Blog Dorado”.
    Um ótimo domingo dá um pulinho lá.
    Beijos
    Ângela

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu Blog! As imagens e seus textos, são lindos! Parabéns!
    Segui a indicação da Angela Guedes e cheguei até aqui.
    Já está na minha lista de favoritos. Isto indica que voltarei sempre, ok?
    Elida

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?