E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Olhar Descuidado


.

A vida

Sublime estado transitório

Por onde pincelamos

O amor

É guarida

Para sentir-se desabrigado

É lua atrevida

Que sorri

Ao menor sinal de apego

Um olhar descuidado

Por onde vaga a alma

De quem banha a coragem

Com as próprias mãos

E faz da confusão

Bicho domesticado selvagem.


8 comentários:

  1. É linda =)

    Obs. Hoje, sábado, é noite de lua cheia =)

    bjO

    ResponderExcluir
  2. Banhar a coragem com as próprias mãos...
    E tecer armaduras como as de D.Quixote,investir contra moinhos de sonhos e caminhar para a vida. Mesmo que lento... Pois, o futuro é quase sempre turbulento.
    Gostei.
    Tácito

    ResponderExcluir
  3. Olá,querido Elfo Feiticeiro!Não podia deixar de vir te visitar na tua gruta encantada!Linda poesia
    e linda imagem!Parece que já te conheço há muitas eras longínquas...em outra dimensão...Naquele tempo
    eu era fada e tu um silfo a voar entre flores silvestres em paisagens oníricas...Tenho uma teoria:os poetas e os artistas foram no inicio dos tempos,em outra dimensão,seres elementais,espíritos da natureza...essa vivência nos dotou da capacidade sutil de espalhar Beleza...de criar coisas lindas!Pra alegrar o mundo!Ainda temos uma vaga lembrança!Bjo florido!

    ResponderExcluir
  4. É possivel domesticar a coragem sem que ela perca a delícia de ser selvagem?

    Isso eu quero aprender...
    Lindo como sempre.

    bjs
    Rossana

    ResponderExcluir
  5. é, meu caro,

    a vida é cheia de paradoxos, assim com esses versos.
    abs,

    Gustavo

    ResponderExcluir
  6. Muito bom, gostei do blog, estou como seguidor, voltarei mais vezes, abraços fortes. Fui...

    ResponderExcluir
  7. Em meio a muitas confusões e enleios da vida
    nos tornamos mesmo Bicho domesticado/selvagem.
    Paradoxo bem real.

    Lindas Letras!

    Otima Semana!

    ResponderExcluir
  8. Hummm Sweetheart...

    Poema devastador como uma tempestade nos telhados frágeis do pensamento...!!

    Kisses

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?