E pode haver em um único sol

Milhões de horas

Para a poesia que aflora

Transformar o meu espírito...

Atualizações do Amigo da Sofia em seu e-mail. Cadastre-se!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Trava

.



Trava a poesia

Que protela a sua chegada

Ao recinto mais florido

E tudo é espera

Na esfera ancestral

De onde fulguram bem e mal

Em duelo

Em dueto

Replicando o servil soneto

Que movimenta os pés da leveza

Há um estranhamento

Subentendido no sentimento

Que não se permite conhecer

E a insensata beleza a entorpecer

Alma à revelia

Causando vendavais

Soprando longe

O que trava a poesia.


12 comentários:

  1. Whesley,

    mais uma pérola de emoções e de recordações.
    O poema é um despertar para uma consciencia nova. PArabéns!

    Divinal!

    Shin Tau

    ResponderExcluir
  2. lindo poema...

    parabéns

    Ana...

    ResponderExcluir
  3. Amigos.
    Não sou jornalista nem escrevo bem.
    Sou aposentado, recebendo do INSS e tendo o IR descontado na fonte. Não recebo as benesses de nosso apedeuta mor que tem pensão do INSS acima do máximo, isento de Imposto de Renda por se achar perseguido político, ou melhor, por se anistiado político.
    Luto com as armas que tenho que é um blog, como forma de desabafar ao ver tanta roubalheira, falta de ética, falta de honestidade e principalmente falta de vergonha na cara desta quadrilha que tomou de assalto o Palácio do Planalto.
    Quero convidar os amigos a participarem da minha forma de protesto, o blog Brasil – Liberdade e Democracia - http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/.
    Se não levantarmos nossas vozes em protesto o que será deste país para nossos filhos e netos?
    Agora é a hora de lutarmos por uma pátria livre democrática, e sobre todo com governantes honestos e éticos.

    ResponderExcluir
  4. _______________tudo é espera_________________


    tudo deveria ser emoção_____________


    _______________assim «««

    ResponderExcluir
  5. Lindo e que bom que levou embora tudo o que travava a poesia! um abração,chica

    ResponderExcluir
  6. Teus poemas sempre me encantam!
    Fora do tempo...Fora do espaço.
    Numa dimensão diferente...
    Numa galáxia distante
    te encontro...
    Ah!os poetas! só eles conhecem os segredos
    das palavras...
    Um beijo no teu coração!

    ResponderExcluir
  7. A imagem e o poema foram feitos um para o outro. Belo poema!

    ResponderExcluir
  8. Uma alma à revelia liberta toda a poesia.

    Um abraço!
    Alcides

    ResponderExcluir
  9. Olá meu queridissimo amigo:

    Enquanto o teu é um trava poesia,o meu foi trava sono =/
    Madrugando por aqui...
    Que os vendavais não parem nunca de soprar,meu caro!


    Um beijo Sweetheart!!!

    ResponderExcluir
  10. Whesley, vim aqui ler suas maravilhas e te convidar para meu outro blog,
    http://pecadopoetico.blogspot.com

    Beijos...

    Reggina Moon

    ResponderExcluir
  11. "um estranhamento....
    Isso é real!
    Estranhamento é todo sentimento que mesmo não sendo novidade, é sempre estranho.
    BOM!

    ResponderExcluir
  12. Caramba!!! Meu Deus você é um poeta! Cara adorei o teu poema, sério mesmo... Muito lindo. Sempre que eu puder, vou dar uma passadinha aqui para ver as atualizações, ok? ^^
    Mil beijos!

    Até mais o/*

    ResponderExcluir

"O que você não pode eu não vou te pedir e o que você não quer eu não quero insistir..." (Humbeto Gessinger)

SEU COMENTÁRIO SERÁ RESPONDIDO AQUI NO BLOG MESMO. OBRIGADO!

Related Posts with Thumbnails

O Que Você Procura no Amigo da Sofia?